">

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

O SILÊNCIO DA DOR


De longe
te assisto
procurando
fantasiando
se inspirando
provocando.

Atadas por correntes
amordaçada em silêncio
imploro com um olhar
que fala
que chora
que sente.

Estou aqui
me olha
enxuga minhas lágrimas
coloca remédio
na ferida que sangra.

Enfadonho é o caminho
da espera
da mudança
traz bálsamo
a um coração doente.

Deixa quieto
procura outra forma lúdica
de sentir
emoções
sem sangrar corações.


Amanda

2 comentários:

  1. Antes que acabem seus gemidos
    Precisa dormir
    Pensar em silêncio
    As coisas serenadas.
    Nas madrugadas
    Todos sabem
    Os cães latindo
    Sabem...

    ResponderExcluir
  2. www.chocolateparaagua.blogspot.com

    ResponderExcluir